Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



a1f6b751d1a5fc158740b0d0d126a0b2.jpg

 

A melhor forma de amar é darmos tempo de qualidade e sem interrupções a quem mais gostamos. Por isso hoje falo-vos um bocadinho disso.

Aqui em casa não temos TV  é por opção não temos e não queremos ter. Não temos o plano de vir a ter na data tal... não sentimos falta, sentimos isso sim um excesso de ruido quando estamos em casas com TV.


De inicio ouvimos de tudo "Eu dou-vos dinheiro, eu sei que o inicio de vida não é fácil..." , "levem uma daí, escolham vejam a que gostam mais..." e depois havia os que achavam que não íamos sobreviver muito tempo assim e que íamos mudar de ideias rapidamente. Não mudámos, aliás, mudámos! Hoje temos a certeza que não queremos TV. A qualidade televisiva é péssima e as perdas são muito maiores que os ganhos. De entre o rol de inconvenientes que encontro numa TV em casa, a primeira das quais é que deixamos de comunicar com a mesma facilidade. Uma TV ligada e há sempre alguém focado no que está a passar, há sempre um "espera deixa ouvir" (FICO DOENTE). Além disso a comunicação fica comprometida também porque começamos todos a falar por cima do ruido da TV.

 

Ah e as notícias?! Ler jornais nunca fez mal a ninguém, ou se calhar fez. Tenho o hábito de ler as noticias quando acordo, ou melhor, tinha. É um hábito que estou progressivamente a perder porque não leio noticias que me façam bem. Não quero saber se houve mais uma morte aqui, um espancamento alí, um problema na estrada X, Y ou Z... Se o Trump disse mais uma barbaridade ou se o Putin se chateou com os vizinhos do lado, se a corrupção aumentou ou os politicos se engalfinharam no parlamento. Não sei e não quero saber porque isso só me fazia saltar da cama já meia deprimida... então não, não quero saber disso. Quando são coisas realmente importantes tenho uns alertas no telefone que me vão ligando ao mundo. Só leio as gordas e abro a noticia (muito raramente) se o titulo é apelativo. De resto leio muito, muito mesmo, revistas de especialidade, blogs, livros... leio muito e sinto que essa é a melhor forma de me ligar ao mundo.

 

Gosto muito do meu mundo, gosto cada vez menos do mundo que me tentam vender por esses meios de comunicação ricos em sensacionalismo e pobres em conteúdo. Tenho amigos e família e amigos que são família, a centenas de Km com quem falo religiosamente todas as semanas, tentamos juntar-nos entre jantares e tinto da paz semanalmente, fazemos planos de fim de semana. E ao serão?!? (É sempre a pergunta) Ao serão vemos uma ou outra série, lemos, ouvimos música e acima de tudo conversamos, conversamos muito, sem ruídos, sem interrupções, sem PCs à frente a roubar a atenção do que é realmente importante, as pessoas, e dormimos cedo, para acordar cedo e ter o melhor desempenho possivel logo à primeira hora da manhã. No Verão caminhamos muito à noite, depois de jantar lá vamos nós, entre exercicio fisico e boas conversas. No Inverno recolhemos mais cedo e conversamos mais em casa :) 

 

Quanto aos telefones e demais equipamentos eletrónicos (PCs que por aqui não há Tablets) também temos uma certa regra... tentamos que todas as chamadas sejam feitas até à hora do jantar, depois disso tudo fica sem som... O dia é demasiado longo para estarmos "sempre ligados". Precisamos de tempo de qualidade sem interrupções para ler, para ouvir música, para conversar. E as idas às redes sociais são controladas mutuamente! Damos uma espreitadela e depois começa o serão... Praticamente todos os posts que vocês vêem depois das 20h são pré agendados, os acessos depois dessa hora são esporádicos, por mutuo acordo e isso é o melhor que nos pode acontecer!

 

Por aqui estamos muito bem assim, por aqui não gostamos de ruído de equipamentos eletrónicos, por aqui gostamos de boas conversas e de serões de paz... a vida já tem demasiado ruído. 

E com crianças?! Nós não temos, mas quando volta e meia as recebemos temos um ou dois jogos que fazem milagres, e uma carpete grande e fofinha onde elas podem brincar e dar largas à imaginação, sempre com a nossa atenção! Sem telefones, sem ruídos! E o melhor de tudo é que elas gostam dos nossos jogos e falam deles passado muito tempo  e assim criamos boas memórias, com tempo! 

 

Bom fim de semana!

 

Foto: Fonte Pinterest

Autoria e outros dados (tags, etc)

sleep-754x394.jpg

Já por aqui falei da importância de um sono saudável, não fosse essa uma das pedras base de uma boa rotina de vida!

Hoje deixo-vos um estudo, feito pela Conforama e divulgado pela nit, sobre a qualidade de sono dos portugueses e se não tiverem paciência para ler o texto todos, que é relativamente longo mas MUITO interessante, retenham este excerto 

"O que acontece é que tanto as crianças como os adultos que sofrem de irritabilidade, associam-na ao stress, chegando mesmo a tomar medicação quando tudo poderia ser resolvido com umas boas horas de sono"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Captura de ecrã 2017-02-06, às 19.34.44.png

Eu sou daquelas pessoas que faz a ronda anual de médicos, controla valores de X em X tempo, e assume a máxima de "mais vale prevenir que remediar". E vou morrer como os outros bem sei... mas bom, posto isto e não sendo fã de carne há muitos anos decidi, já lá vão 3 anos que, por mais que estudasse qualidade alimentar e segurança e etc... as minhas noções de nutrição não eram suficientes (achava eu, mas já lá vamos) e decidi ir a uma nutricionista.

 

Dei-me ao trabalho (dou sempre que consigo) de ler o curriculum da Sra, prémios e galhardetes com fartura, mais de 15 anos de experiência, clinica reconhecida... tudo reunido para a escolha! Lá fui... e não podia ter vindo mais mal impressionada.

Só depois de uns bons 10 min de consulta (que durou para aí 20min), pesos e medidas com fartura, me deixou explicar o que me levava ao consultório. Primeiro disse-me que não fazia sentido ir lá porque não tinha excesso de peso nem peso a menos (isso eu também sabia), depois disse-me que há muita gente que vai ao consultório com a mania das dietas depois chegam lá anoréticas, depois disse-me que não havia necessidade de me preocupar com a idade que tinha, nem queria ter filhos para já nem nada... 

 

Ora daí depreendi que um nutricionista serve tão e somente para emagrecer os gordos e engordar os magros! E eu que achava que servia isso sim para avaliar o metabolismo da pessoa, o seu estilo de vida e traçar um plano adaptado às restrições de cada pessoa!

 

Houve de tudo naquela consulta desde, "coma X porções de carne"... mas eu vim cá justamente porque quero deixar de comer carne com frequência... "ah, então coma peixe"?!??!??! E leguminosas? E outras fontes proteicas?!?!? 

 

Bom, foi de tal forma que eu esqueci o amor aos 55€ e nunca mais lá pus os pés!

Mas há uns tempos, como o meu plano de treino inclui consultas de nutrição, lá fui, e não podia ter ficado mais satisfeita. Uma profissional extremamente competente, muito cuidadosa, preocupada em saber se tinha intolerâncias, restrições, deu receitas, sugestões, dicas. Na generalidade disse-me que fazia uma alimentação bastante equilibrada  e sugeriu-me um ou dois sabores novos para as papas de aveia do pequeno-almoço! 

Foi fantástico! Recuperada a esperança : )

Eu sei que um profissional está longe de definir uma classe mas confesso que na altura me senti um bocadinho "desamparada" porque queria saber mais, recorri supostamente a um bom técnico e não correu muito bem ainda por cima a senhora era um bocadinho para o cheinho o que me deixou logo desconfiada... ao longo da consulta percebi!


Desta vez tudo foi diferente!

E por aí? Experiências das boas quem tem? Eu independentemente disso continuo a achar que qualquer pessoa deve recorrer a um bom técnico e procurar soluções adaptadas ao seu estilo de vida, agregado familiar, prática desportiva... Um bom plano alimentar é meio caminho para uma boa saúde!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Papas de aveia

10.02.17

2c074ec75e1023f8fc8d82a3b10cfe78.jpgA semana passada foi rica, muito rica mesmo em papas de aveia... ora e porquê?!? Porque não apeteceu a ninguém aqui por casa fazer panquecas, não que dê trabalho mas às vezes é preciso variar e as papas também não demoram nada a fazer!


Para as enriquecer juntei um mix de frutos vermelhos, algumas sultanas, manteiga de amendoim, chia... e ficaram deliciosas, todos os dias diferentes, todos os dias saborosas, todos os dias saudáveis! 

 

Estamos rendidos (e o homem da casa que não morria de amores e agora gosta ) e toda eu sou felicidade quando estas mudanças boas acontecem por aqui! Gosta especialmente porque são muito saciantes e saborosas e porque vamos mudando de sabores e acompanhamentos e numa manhã mais comprida de trabalho não tem fomeca logo passado duas horas! 

 

E por aí, sugestões de pequenos almoços diferentes e saborosos?!


Foto: Fonte Pinterest

Autoria e outros dados (tags, etc)

Planeando...

08.02.17

372eff2ddf29391f17a27ff759141e67.jpg

Planear é (quase) tão bom como realizar! Pelo menos para mim que sou mulher de mil planos e detesto coisas que fujam ao definido! Nada de surpresas e mudanças de última hora, e saídas sem hora marcada e regressos sem dia marcado... nada disso, eu nasci com um calendário dentro de mim que gosto muito de cumprir! E planear actividades das maiores às mais pequenas é coisa que me agrada bastante!

Ter o dia organizado com tempo para todas as actividades importantes, é do que mais me deixa tranquila! E toda eu sou felicidade quando consigo cumprir dia após dia o pontinho da agenda que diz "gym" 

 

Não é necessáriamente ginásio, é ginásio é corrida é caminhada, é mexer-me! E é tão bom... e tenho cumprido tão à risca 

E por aí muito treino ou só em Maio é que se vão lembrar que o Verão está à porta?!

 

Foto: Fonte Pinterest

Autoria e outros dados (tags, etc)



Contactos

us4all@sapo.pt

Também colaboro aqui


Sigam-me por aqui

Follow


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D