Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Captura de ecrã 2016-09-27, às 10.31.20.png

Minha boa gente, hoje falo-vos um bocadinho de comer com segurança! Ouvimos muitas vezes falar da qualidade dos alimentos mas, a par da qualidade (que é pouca na esmagadora maioria dos casos) deve sempre vir a segurança (que graças à legislação que hoje em dia temos, verdade se diga que tem vindo a crescer).

 

Quatro passos simples para uma alimentação segura são então:

  1. Higiene

  2. Separação dos alimentos

  3. Tempo e condições de confecção

  4. Acondicionamento



Se a higiene da cozinha, uma correta e frequente limpeza das bancadas e dos utensilios deve ser regular, outro passo fundamental e muitas vezes esquecido é a separação dos alimentos. Numa bancada NUNCA devemos preparar em simultaneo alimentos crus e cozinhados, isto é, mesmo que estejam duas pessoas na bancada, uma não deve estar a preparar um bife e outra a fazer a salada. Isto porquê? Porque mesmo sem nos darmos conta há salpicos que passam de um alimento para o outro e que podem ser o suficiente para valentes dores de barriga (na melhor das hipóteses claro). É fundamental por isso ter facas diferentes para cortas verduras, carne e peixe e ter pelo menos duas tábuas de corte, uma para legumes e uma para carne e peixe. Estas devem sempre ser lavadas com àgua bem quente e sempre depois dos alimentos crus terem sido retirados das imediações. Finalmente, é fundamental cozinha bem os alimentos, sempre! Uma carne mal passada é portadora de vermes e bactérias da mais diversa ordem e se uns são inofensivos outros nem por isso. Quando falo de carne, falo de peixe, mas acim de tudo, nunca consumam carne de aves mal passada. Junto às articulações, mesmo no frango de churrasco é muito dificil conseguir que a peça fique completamente bem passada, por isso evitem a todo o custo consumir essa parte e não a deixem acessivel à pequenada. Por último, o acondicionamento dos alimentos é muito importante. Deve ser respeitada sempre a cadeia de frio, e os restos de comida, de forma genérica não devem ser mantidos mais de 48horas mesmo refrigerados. Além disso, todos os alimentos já confeccionados devem ser mantidos refrigerados (e os não confeccionados também).

 

Sabiam que uma bactéria em média reproduz-se a cada 20min, duplicando a sua quantidade no alimento?!?! Já imaginaram quanta mais bicharada vão comer ao deixarem um restinho de comida fora do frigorifico só do almoço para o jantar "ah porque é só um bocadinho não faz mal"?!??!

Bons petiscos, com segurança!

 

Foto: Fonte Foodsafetygov

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De Chic'Ana a 14.10.2016 às 15:12

Olá! Adorei este post, realmente temos de repensar a forma como conservamos e guardamos os alimentos.. é incrível a velocidade a que as bactérias se reproduzem..
Beijinhos
Imagem de perfil

De HD a 14.10.2016 às 23:35

Depois disto, vou acondicionar melhor as minhas sobras :)
Imagem de perfil

De HD a 16.10.2016 às 18:03

Image

comentar post



Mundo Us4all

foto do autor


Contactos

us4all@sapo.pt

Também colaboro aqui


Sigam-me por aqui

Follow


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D