Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




627b3f073fbaa8fc010a9ad63155d552.jpg

 

Eu sei que já partilhei esta imagem mas a verdade é que é uma das que melhor ilustra o que estamos a fazer às novas gerações! 

Estão (alguns, felizmente não todos) a envenenar os vossos filhos (e não desistam de ler até ao fim). Sempre que lhes dão um bolo embalado, um pacote de batata frita, um refrigerante, um snack salgado carregado de corantes, caros pais, estão a envenenar a pequenada e vocês são os únicos responsáveis por isso. É ao pai/cuidador que cabe a responsabilidade de definir o que a criança consome e comer saudavel não é mais caro, não é mais complicado, exige sim mais planeamento e exige repensar a alimentação familiar num todo. Não podem querer que os vossos filhos comam fruta a meio da manhã, se a mãe sai com um pacote de bolachas na carteira... o exemplo é a melhor forma de os educar nisto de bem comer.

 

Ideias?!?!?

O pão ainda não acabou (e é mais barato que os snacks), a fruta ainda não se esgotou (e é mais barata), à agua ainda não acabou nas torneiras nem nas fontes públicas (e é mais barata), as barras de cereais são muito simples de fazer em casa (um dia destes dou a receita). Para os pequenotes quem têm a oportunidade de comer à mesa, preparem pequenas marmitas de fruta, cereias integrais (aveia, sementes diversas e um pouco de mel para os mais gulosos) e enviem assim já preparado. A educação alimentar na primeira infância é fundamental para terem adultos com uma saúde de ferro e não se esqueçam, a criança pode não ter excesso de peso mas ter gordura visceral (já por aqui falei, é a gordura que se acumula em torno dos orgãos internos, não se vê mas é tão ou mais nociva) e isso tem como consequências o aumento da pressão arterial, da diabetes e de outras doenças de gente crescida que infelizmente são cada vez mais comuns nas camadas jovens.

 

Porquê isto hoje? Bem, porque passei à frente do recreio de uma escola primária e fiquei chocada com o que os miúdos comiam na pausa da manhã. Estavam todos sentadinhos no muro a comer e a esmagadora maioria tinha bolos embalados, madalenas, donuts, bolicau... e sim, fiquei chocada. Estou longe da realidade do ensino, tenho por perto algumas mães preocupadas e muitas vezes sou questionada através do blog e da página de fb se o alimento A, B ou C é saudavel. Raramente são, porque são regra geral processados de baixo valor nutricional e muito açúcar adicionado. Já não bastando os snacks embalados, havia criançada que fazia o pleno com pacotes de sumo .

Pais, vocês sabem quantas gramas de açúcar os vossos pequenos estão a consumir assim de repente num lanche da manhã?!??! Não?!?! Mas deviam consultar os rótulos e evitar este consumo. Sabiam que o açúcar e a gordura provenientes dos alimentos processados aumenta a irratibilidade, reduzem a atenção e estimulam a agressividade?

 

Escolham saúde, escolham alimentos naturais, preparem marmitas no dia anterior e ofereçam alimentos naturais aos vossos filhos, porque só assim lhes estão a oferecer saúde!  

E na dúvida contactem! Estou sempre por aqui prontinha a ler mais um rótulo e a ajudar-vos a criar opções mais saudáveis us4all@sapo.pt


Bons lanches (saudáveis) 

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De JP a 12.10.2016 às 13:07

Olá :) Muito bem, é isto! Apenas uma sugestão adicional: envolvam os miúdos na análise dos rótulos e tabelas nutricionais. É importantíssimo eles saberem a importância de lermos o que tiramos das prateleiras do supermercado. Foi assim que há umas semanas atrás a minha filha (9anos) decidiu que era melhor não comprarmos as barras de cereais do continente que ela vê os colegas comerem no recreio, porque viu que um terço do peso daquilo é açúcar. Se os miúdos forem habituados a este exercício (isso requer tempo e disponibilidade pessoal para os ensinar porque o que eles aprendem na escola não chega) eles desenvolvem competências que lhes permitem tomar decisões informadas agora e no futuro.


Ainda sobre as escolas, além do que as crianças levam nas lancheiras, mais preocupante são os bolos, guloseimas (gomas, rebuçados de todas as cores e feitios), etc que as escolas permitem vender nas feirinhas de angariação de fundos para as mais diversas coisas. Não compreendo. Passo-me com isso! Na escola dos meus filhos (pré-escola e 1º ciclo), estas feiras começam logo pela manhã com a disponibilização de todo o tipo de doces e guloseimas muito apetecíveis para todas as crianças. Não há qualquer tipo de regulamentação para estas coisas. Há regulamentação para os produtos que podem ser vendidos e servidos nos bares e cantinas mas ninguém é capaz de se pronunciar sobre os produtos alimentares que se vendem nestas feiras. Bom, não era minha intenção fazer este desabafo, mas saiu e já está! Para aligeirar, obrigada pelo que nos vai dando a ler. À semelhança do Contas-Poupança, isto é serviço público :) Parabéns!
Imagem de perfil

De Us4all a 12.10.2016 às 13:54

JP muito muito obrigada pelo seu contributo! Sem duvida é fabulosa a atitude da sua filha, muitos parabéns pela educação para a saúde que vai fomentando. Seguramente terá miudos saudáveis e felizes :)


O que fala é sem duvida preocupante, há uns tempos na festa de final de ano de um familiar numa pré-escola fiquei chocada com a má qualidade dos "alimentos" que todos os pais levaram, todos sem excepção! Uma mesa farta de açúcar, nem uma peça de fruta, gomas com fartura e no final os pais ainda ofereceram gomas, gelados e pasteis aos finalistas! Assustador! Estamos a criar crianças doentes :(


Parabéns, muitos parabéns por incentivar a leitura atenta dos rótulos! 
Sem imagem de perfil

De Carla Marques a 12.10.2016 às 22:35

Isso é uma coisa que me faz muita confusão, os lanches que mandam para os miúdos...
Eu sei se pode ser simples enviar um bolo embalado e um pacote de sumo mas existem opções tão simples quanto essas e tão mais saudáveis...
A minha filha de 2 anos leva sempre leite simples, iogurte natural sem açúcar, fruta e pão com queijo. Também leva bolacha Maria de vez em quando e bolos e bolachas sem açúcar que faço apenas com leite, aveia e fruta. Não é difícil enviar lanches saudáveis. Por isso não entendo.
Imagem de perfil

De Us4all a 12.10.2016 às 22:54

Muito obrigada pelo contributo Carla. É mesmo isso, não é dificil, exige planeamento organização e amor próprio! Enquanto houver pão, leite simples, fruta etc... alimentos processados não devem ser opção! São mais caros e nada saudáveis! É urgente uma tomada de consciência dos pais nesse sentido, a falta de informação já não é a unica desculpa, muitas vezes é falta de cuidado...

comentar post



Mundo Us4all

foto do autor


Contactos

us4all@sapo.pt

Também colaboro aqui


Sigam-me por aqui

Follow


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D