Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




leite2.jpg

Eu adorava leite, bebida diariamente meio litro, com cereais, sem cereais e não imaginava o meu pequeno almoço sem a minha chávena de leite, podia não comer mais nada (ERROOOO) mas leite era certinho. O que é facto é que ficava sistematicamente enjoada, com sensação de enfartamento e mais tarde os sintomas começaram a agravar-se. Depois de ler alguns estudos que relacionam inequivocamente o consumo de leite com o aparecimento de alguns problemas oncológicos e processos inflamatórios generalizados (e antes que os mais resistentes venham aqui dizer que esses estudos são pagos por industrias que estão contra o sector leiteiro... não não era nada disso, são grupos de investigação independentes) decidi deixar de beber leite e já lá vão 10 anos! Nem mais uma gota, de um dia para o outro... E é um clássico eu sei mas é absurdo quanto a mim o consumo de leite que os humanos fazem, somos o único mamífero que "mama" até morrer e ainda por cima consome leite de outros mamíferos cujo regime nutricional é completamnete diferente. A vaca é um ruminante e nós bebemos leite de ruminantes quando somos homínivoros, isto não faz sentido, não faz qualquer sentido e tivessemos nós uma dieta equilibrada rica em leguminosas, fruta e vegetais que não precisariamos do suposto cálcio que o leite publicita, nem dos suplementos de cálcio que meio mundo consome! Já para não falar das condições em que os animais são colocados para produzirem sistematicamente quantidades infindáveis de leite... sim isso preocupa-me e tento ao máximo  não consumir qualquer produto que contenha leite de vaca.

 

Bom mas quanto a mim, os primeiros tempos sem leite foram um filme, não sabia o que comer, não há dúvida que o hábito faz o monge e neste caso o pequeno-almoço lá em casa sempre fora do mais convencional... pão, leite, chá, fruta... eu não sabia que outras coisas comer. Atirei-me de alma e coração aos yogurtes liquidos, concretamente yogui de banana (ERROOOOO). Por cada 100g têm 12,5g de açúcar, uma verdadeira bomba de péssimo valor nutricional! 0g de fibra e apenas 3g de proteína! E não tardei a enjoar (puderaaaaa) e a começar a procurar alternativas mais saudáveis, nomeadamente os sumos de fruta (caseiros claro) e chás que nessa altura me ajudaram bastante. Aos poucos a coisa foi melhorando e hoje os produtos lácteos são consumidos com conta, peso e medida.

 

Mas eu adoro queijo, sim aqui me confesso é a única coisa em que verdadeiramente me custa não pecar, mas já consigo gerir bem melhor o consumo! Eu não quero de todo que a proteína de origem animal preencha uma parte assim tão significativa da minha dieta e além disso sei que, a gordura animal é terrivel para a saúde. Tento evitar, tento não comprar, assim não tenho e não consumo mas é dificil... Já consigo não comer todos os dias e se como yogurte nesse dia não como queijo e insisto nos exercícios de cardio no ginásio para ver se dou cabo dessa gordura saturada toda, mas ainda me é um bocadinho dificil gerir.

 

Hoje consumo mesmo só queijo curado, nada de queijo fresco, nunca consumi, aliás provei a primeira vez há uns meses por muita insistência mas a higiene por mais limpinho que seja o local de origem (e neste caso eu sei que era por isso comi) é sempre duvidosa além disso o risco associado é enorme especialmente nesta altura do ano. Devia ser como os chocolates ferrero, simplesmente não havia à venda durante a estação quente... requeijão nada mesmo (e se eu adorava um belo requeijão com compota de pêssego) e por isso limito-me a queijo seco e yogurte grego simples, nada de aromas, nada de açúcares adicionados...

Foto: Fonte Pinterest

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Imagem de perfil

De Miss Messy a 29.08.2016 às 14:55

Também não bebo leite nenhum, mas confesso que não passo sem os meus iogurtes...!
Imagem de perfil

De Us4all a 29.08.2016 às 15:16

Nem eu ;) mas sou fiel ao grego como já por aqui falei :)
Imagem de perfil

De Chic'Ana a 29.08.2016 às 15:57

Gostei imenso de ler o teu testemunho e também eu por vezes tenho alguns desses sintomas. Tenho de os analisar e reavaliar , alimentação.
Beijinhos
Imagem de perfil

De Us4all a 29.08.2016 às 16:18

sim eu demorei muito a perceber, fui retirando alguns alimentos gradualmente mas nunca o leite... a verdade é que nunca mais tive aquela sensação de enfartamento e barriga inchada (só quando, muito raramente abuso do queijo... mas não digas a ninguém eu não lhe resisto) 
Imagem de perfil

De Sr. Solitário a 29.08.2016 às 16:10

O leite tem sempre que fazer parte do meu pequeno almoço senão para mim não é a mesma coisa.
Imagem de perfil

De Us4all a 29.08.2016 às 16:16

pois, eu era exactamente assim, percebo tão bem esse sentimento :) hoje tenho muitas alternativas e nem penso na opção leite. Claro que se se sente bem não há motivo para não consumir desde que, como tudo, com moderação :)
Imagem de perfil

De m-M a 31.08.2016 às 15:15

Somos duas, por fazer reação à acidez.


Desde há 3 anos, só soja e amêndoa e aveia :)


O queijo é que não consigo largar. Gosto demasiado de queijo, de todos!


Iogurtes, só posso comer grego e reforçados...
Imagem de perfil

De Us4all a 31.08.2016 às 15:32

Tal e qual eu não sei a que é que reagia, só sei que me sinto melhor sem do que com, o meu organismo não gosta e eu não dou, simples a equação da vida saudável e da alimentação adaptada a cada indivíduo :)


Quanto aos substitutos cheguei a procurar leite de soja, mas a soja é um tema muito controverso em mulheres em idade fértil (que é o meu caso) por isso retirei por completo, além de que têm muito açúcar adicionado. Pontualmente acredito que não fizesse mal mas como me safo bem com as alternativas de smothies, aguas aromatizadas, chás etc... não sinto falta :)


Quanto ao queijo sim, é uma desgraça :) e o iogurte é o grego do lidl, bom e barato e sem açúcares adicionados ;) adoro! 

comentar post




Contactos

us4all@sapo.pt

Também colaboro aqui


Sigam-me por aqui

Follow


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D