Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Este bem podia ser o chamado correio do leitor... mas eu acho o termo um bocadinho para o ultrapassado vá... então digo-vos só que o conteúdo deste post foi enviado por um leitor atento :) que melhorou a sua atenção aos rótulos com a leitura do blog  e toda eu sou orgulho com isso...

Digestive-Aveia-Dose.jpgDiz-me ele que estas bolachas, que facilmente encontramos em qualquer máquina de venda, devia ter no rótulo RICO EM AÇÚCAR em vez de Rico em fibra como se tentam vender.

 

Ora vejamos... Por 100g de bolachas temos 4,6g de fibra e 21,0g de açúcar! Hum... posto isto não restam grandes dúvidas que esta não é uma escolha por aí além! Mais um acrescento, fui esmiuçar a lista de ingredientes e adivinhem qual é o segundo, isso mesmo, o açúcar! E dizem os senhores no rótulo que são bolachas de aveia... mas só têm 14,9% de aveia, o cereal em maior quantidade é mesmo o trigo! Assim, um rótulo real seria Bolachas de trigo ricas em açúcar! Compravam?!??! Pois, então leiam o rótulo antes de comprar porque digamos que nestas andanças dos produtos processados ou estamos de olho bem aberto ou comemos gato por lebre em (quase) tudo!

 

Então bom fim de semana (com atenção aos rótulos, de preferência com poucos rótulos)

 

P.S. Ah e alternativas? Fala bem mas o que é que eu hei-de comer??!?! Frutinha, snacks de fruta que já por aqui falei, bolachas sem açúcar, pão escuro (atenção ao conteúdo), panquecas, frutos secos, cenouras... bem assim num instante dei uma série de opções simples de transportar e saúdaveis (e mais baratinhas) mas claro, não estão disponiveis nas máquinas é verdade, exigem uma gestão prévia de marmitas, mas no final compensa :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

141215 açúcar.jpg

Hoje prometo calar-me com isto do açúcar escondido nos alimentos (por uns dias, não prometo que consiga por muitos, ninguém é de ferro com estes abusos que por aqui se vêm).

Aqui ficam alguns números, da Direcção Geral de Saúde, que me levam a pregar contra o açúcar em todas as direcções e a ter a certeza que quanto mais leio mais sei que estou no caminho certo quando optei por deixar de dar aquele chocolatinho da praxe quando visitava os pequenotes da família (sim chocolates já dei, de leite, um de vez em quando mas gomas, chupas, refrigerantes e essas porcarias todas, isso não, nunca me viram dar e sempre que posso prego contra esse dar de açúcar às colheradas mesmo em família)!
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

141215 açúcar.jpg

Fechamos com chave de ouro esta semana dedicada ao açúcar escondido nos alimentos e que foi um bocadinho direccionada para os pequenos almoços, com aquilo que infelizmente também acompanha as manhãs e tardes e noites... de muito boa gente, cremes para barrar! 
Aqui por casa não consumimos nada disso e confesso que fiquei surpreendida com a variedade, variedade é sempre sinónimo de mercado e isso é preocupante. As pessoas compram, consomem estas coisas com frequência, de outra forma os operadores económicos não tinham tanta oferta.

 

Então aqui vai, peguei num rotulo de uma marca comum de creme de barrar de cacau e avelã.

  • Ingredientes: Açúcar, óleos vegetais (palma, colza, girassol), avelãs (13%), cacau magro em pó (7%), leite magro em pó, soro de leite em pó, lactose, emulsionante (E322), aroma.

  • Tabela nutricional:

    Captura de ecrã 2015-12-15, às 10.43.44.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

141215 açúcar.jpg

Nesta saga do açúcar que esta semana vos estou a apresentar, trago-vos outro "alimento" muito presente à mesa de muitos portugueses!


Hoje falamos de refrigerantes e concentrados de fruta, que não são sumo, e muito menos têm os benefícios da fruta que muitas marcas querem "vender", vender entre aspas porque só compra quem quer.

 

Escolhi um refrigerante de laranja de uma marca comum para vos apresentar como exemplo, aqui vai:

  • Ingredientes: água, 8% sumo de laranja proveniente de concentrado, açúcar e/ou xarope de glucose-frutose, dióxido de carbono, acidificantes: ácido cítrico e ácido málico, estabilizadores: E414, E444 e E445, conservante E202, edulcorantes: E950 e aspartame, antioxidante ácido ascórbico, aromas naturais de laranja e outros aromas naturais, corante betacaroteno
  • Tabela nutricional:

Captura de ecrã 2015-12-15, às 09.41.37.png

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

141215 açúcar.jpg

 

Açúcar, açúcar e mais açúcar!!!

 

Hoje falo-vos um pouco de pão.

 

O pão foi durante muitos anos a base da nossa alimentação e que bom e saudável que é um belo pão caseiro (e se em vez de barrarmos com manteiga, molharmos num pouco de azeite, é o casamento perfeito). O pão, a broa, e as inúmeras variedades que a nossa padaria nos oferece do minho às beiras, do alentejo ao algarve, é realmente uma pena se não soubermos tirar partido disso.

Mesmo em grandes cidades, se procurarmos bem, conseguimos encontrar pão de alguma qualidade, às vezes lá há uma ou outra pequena mercearia que recebe uma vez por semana pão alentejano ou de Rio Maior, ou ao Sábado em pequenos mercados a Sra ainda vende a broa caseira... enfim, há opções, mas uma vez mais, como tudo dá trabalho e leva tempo até encontrarmos a opção mais saudável.

Mas quem não se lembra do cheiro da broa a sair do forno, da cozinha enfarinhada e da côdea estaladiça embrulhada num pano para não endurecer... Hum quem não se lembra de queimar os dedos com a gula de chegar ao pedaço de pão acabado de sair do forno?! :)

Actualmente já é dificil termos esses cheiros e esses sabores, pelo menos do forno a lenha, mas ainda é simples obtermos bom pão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mundo Us4all

foto do autor


Contactos

us4all@sapo.pt

Sigam-me por aqui

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D